Moro aparece em novo vídeo de audiência com Lula

Parte de trás, da esquerda para a direita: René Ariel Dotti, advogado da Petrobras (a empresa é assistente de acusação), Roberto Teixeira e Valeska Teixeira Martins (advogados de Lula). À frente: Cristiano Zanin Martins (advogado de Lula), Luiz Inácio Lula da Silva. À direita, de cima para baixo: Carlos Fernando Lima (procurador), Júlio Noronha (procurador), Roberson Pozzobon (procurador), Sergio Moro e servidora (não identificada)

A Justiça Federal do Paraná divulgou nesta quarta (11), um dia depois do interrogatório do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva pelo juiz Sergio Moro, vídeos da audiência em um outro ângulo.

A determinação para que duas câmeras filmassem a audiência foi dada por Moro na segunda (8), após pedido dos advogados de Lula para que a gravação fosse diferente das outras audiências da Lava Jato.

Os advogados queriam que uma equipe do ex-presidente filmasse o depoimento ou que o registro fosse modificado, como foco na pessoa que falava, e não somente em quem estivesse depondo. Eles argumentaram que seria negativo registrar somente o réu e que isso poderia influenciar em sua presunção de inocência.

Moro recusou o pedido, mas “para evitar qualquer afirmação equivocada de que se pretende esconder algo na audiência” aceitou gravar o interrogatório com uma câmera extra, na lateral da sala, com ângulo mais aberto.

Os novos vídeos mostram Lula e Moro separados por apenas uma mesa e as reações do juiz às falas do ex-presidente.

Neles, além do juiz e do ex-presidente, aparecem os membros do Ministério Público, advogados de Lula e da Petrobras. A estatal é assistente de acusação no processo.

O ex-presidente depôs em Curitiba por cerca de cinco horas nesta quarta (10), sob forte esquema de segurança das polícias Federal e Militar.

DEIXE UMA RESPOSTA

NO COMMENTS

LEAVE A REPLY